Wesley Safadão sai em defesa de pastor amigo da família acusado de pedofilia

By Fabiana bronks

O cantor Wesley Safadão se pronunciou nesta segunda-feira, 26, após o pastor André Vitor, amigo pessoal da sua família, ser acusado de pedofilia nas redes sociais. “Não sei o que está acontecendo com o mundo de hoje, essa internet está doente, essa é a verdade”, declarou o artista. As acusações começaram após Safadão postar um stories no qual André Vitor aparece tentando abraçar por trás uma criança. A menina, no entanto, se afasta dele e começa a pular animada por ver Safadão e Tirullipa brincando de torta na cara. “Estava aqui falando com a minha assessoria, eles pediram para que eu não me pronunciasse, só emitisse uma nota, mas eu não vou ficar bem se eu não for leal com a pessoa que mais me ajudou nessa vida”, afirmou o cantor nos stories do Instagram. 

Ele continuou dizendo que o pastor é uma pessoa que edifica a sua casa e o aproxima de Deus. “André Vitor é uma pessoa que tenho como um irmão, uma pessoa de total confiança minha, da minha esposa, da minha família, do nosso círculo de amizade, então é uma grande injustiça o que estão fazendo com ele. Esses juízes da internet condenam as pessoas sem ouvirem sua versão.” Segundo Safadão, o pastor tentou abraçar a criança, pois tem complexo por estar acima do peso. “Ele sempre posta foto puxando a camisa, sempre que ele vê que está sendo filmado, ele fica se escondendo por trás das pessoas porque ele não quer mostrar sua barriga. Então, vamos repensar porque são vidas e profissões que estão do outro lado. Vamos espalhar mais amor, mais paz”, disse o cantor que pediu mais empatia e menos “cancelamento” nas redes sociais. A Jovem Pan tentou contato com o pastor, mas não obteve retorno. 

Compartilhe Esse Artigo