Dr. Franklin Jose de Assis relembra os casos criminais brasileiros mais famosos dos últimos anos

By Fabiana bronks

O Brasil já foi cenário de crimes que atordoaram a população por muitos anos. O Dr. Franklin Jose de Assis é um advogado especializado no segmento criminal, ele já tomou frente de casos que ficaram muito conhecidos no país, especificamente na região Sul que é onde reside. Hoje ele vai relembrar alguns desses crimes que até hoje causam reações em algumas pessoas. Confira:

Caso de Eloá Pimentel

O país se emocionou diante de uma jovem de 15 anos que foi vítima do caso de cárcere privado mais longo da história de São Paulo. Eloá Cristina Pimentel, juntamente com outros três amigos, foi refém do ex namorado Lindemberg Alves Fernandes na época com 22 anos. O desfecho se deu no dia 17 de outubro de 2008 com a trágica morte de Eloá, que foi ferida por um disparo e teve morte cerebral.

Caso Isabella Nardoni

Também no ano de 2008, uma menina de apenas 5 anos de idade teria sido arremessada da janela de um edifício da zona norte de São Paulo, conta Franklin Jose de Assis. A criança teria sido agredida até desmaiar e jogada da janela por pensarem que estava morta. O pai Alexandre Nardoni e a madrasta Anna Carolina Jatobá foram condenados à prisão.

Caso Patrícia Acioli

Patrícia Acioli era juíza e foi morta com 21 tiros em agosto de 2011. O crime foi cometido por policiais que aguardavam um julgamento sob o comando dela. A juíza era conhecida por sua luta nos tribunais pelo combate ao crime organizado e à corrupção. Patrícia foi morta por dois homens ao chegar na sua casa e onze policiais foram condenados nesse caso.

Caso Daniella Perez

Daniella Perez era filha da autora de novelas Glória Perez e também atriz da TV Globo, diz Franklin Jose de Assis. Aos 22 anos foi morta com 18 tesouradas no Rio de Janeiro, Bairro da Tijuca. Seu corpo foi encontrado em um terreno baldio e os assassinos Guilherme de Pádua e Paula Thomaz, na época condenados, atualmente se encontram em liberdade.

Caso Matsunaga

O executivo da empresa de alimentos Yoki foi assassinado pela esposa com um tiro no ano de 2012, relembra Franklin Jose de Assis. Elize Araújo Kitano Matsunaga confessou o esquartejamento do corpo que aconteceu no apartamento do casal em São Paulo. Segundo Elize, o assassinato teria sido motivado por traições conjugais. 

Compartilhe Esse Artigo
Leave a comment

Deixe um comentário